domingo, 13 de maio de 2018

Sobre inspirar-se

Já se imaginou passando por algum momento em que deve-se tomar uma decisão de mudança importante e não ter referencia nenhuma para seguir? ou até mesmo querendo se aperfeiçoar e estar sozinho no meio de um monte de ideias e pensamentos que de tão bagunçados e complexos fica impossível de organizá-los e ter uma visão clara do que pode ser feito?

Se tem algum método secreto para sair da trap do bloqueio criativo eu não sei, mas sempre que acontece comigo busco fazer uma das coisas que digo a seguir.


terça-feira, 1 de maio de 2018

Sobre São Paulo - Vida de paulista

É um pouco triste dizer, mas eu tinha um preconceito muito grande em relação a São Paulo, todas aquelas notícias ruins que passavam na TV quando eu era pequeno, o caos nos metrôs, violência, poluição, etc. Pensava que quando chegasse aqui passaria mal todos os dias (se bem que no começo foi assim mesmo, mas por motivos que vou contar em outro post)


domingo, 22 de abril de 2018

Vida de paulista - Primeiro Dia

Olá! Como eu disse no post anterior, os próximos posts seriam o resumo de cada mês até setembro, desde minha mudança até o mês de setembro (essa era a ideia em setembro de 2017, mas algo deu ruim, explico depois).



Pois bem, eu já estava com tudo arrumado 1 semana antes da viagem, esse costume de estar sempre antecipado veio de mainha, afinal, como uma mudança definitiva de cidade requer preparação, era mais que necessário.

Dia 17 de fevereiro saí da minha cidadezinha com uma mala e uma mochila rumo a Vitória - ES, a viagem foi a noite pois meu voo para São Paulo seria pela manhã. Pense numa noite mal dormida... Se bem que não deu pra dormir (por motivos óbvios), mudança de cidade e de vida, um monte de coisa passando pela cabeça e eu faria minha primeira viagem de avião (tem vídeo!!!).

Tirando o cansaço por não ter dormido, eu estava bem tranquilo, consegui parar em frente ao aeroporto de Vitória, porém ainda era muito cedo, como nos voos domésticos eles pedem 1 hora de antecedência pra evitar problemas, eu como bom precavido, cheguei 4 horas antes (oh yeah!).




(Continuando o post em abril de 2018)

O voo foi ótimo, a sensação de estar quilômetros de altura é bem interessante. Cheguei em São Paulo antes do meio dia do dia 18 de fevereiro. Já tinha providenciado o almoço, passei a tarde num restaurante perto do aeroporto e a ida para a casa nova ficou para o fim da tarde.

Morto de sono por não ter domido e ainda cansado por conta da viagem, cheguei em casa, comi uma pizza (sem catchup) e morri (na verdade eu só dormi muito mesmo).

Continuarei contando minhas (des)aventuras em SP nos próximos posts, mas não como resumo de tudo que passei aqui, até porque! Até lá 🚀