sexta-feira, 29 de julho de 2016

Guia de Viagem #3 Balneário Águas da Patioba (Ibicaraí / BA)


Antes tarde do que nunca!
De novo eu viajei para o norte do estado, dessa vez com uma série de escalas e troca troca de veículos. Minha nossa!
Eu já sabia que a viagem seria um pouco mais complicada que da ultima vez, porém, como baiano nato que sou, calcei a botina e caí na estrada.


Madrugada, primeiro ponto de parada: Itabuna.
Novamente, fiquei na cidade por algumas horas para depois seguir até o real destino, porém, dessa vez havia chegado em plena madrugada 05 AM é madrugada sim, o que foi bom e ruim, bom pois eu gosto de ver a cidade "acordando" e ruim pelo fato de todos os funcionários do terminal rodoviário estarem com o nível de gentileza um pouco reduzido.

Sem mais delongas, fui até a casa do amigo onde passei o dia, melhor casa, pertinho de tudo aproveitei e claro, fui no Shopping Jequitibá para almoçar e ver algumas "novidades", falando assim até pareço um comprador nato fazendo isso pra gastar o tempo disponível.

Final de tarde, aí começa a nova rota até o próximo destino: Ibicaraí.
De Itabuna até Ibicaraí (via ônibus) levou certa de 40 minutos. Não tenho nada a declarar da cidade, a não ser pelo fato de ter um arco e um monumento interessante em forma de espiral na entrada da Av. Tancredo Neves (Via BR 415 desculpa, não tem foto). Foi chegar na Rodoviária e pegar táxi para finalmente ir até o destino final.

Início da noite, indo tranquilamente para o Balneário.
Não tem parada de ônibus perto do Balneário, mesmo se tivesse, da BR 415 até o local são 2KM de estrada de chão. Isso explica o porque pagar R$40,00 para 20 minutos de saculejos e piadas do taxista.
Para ter uma noção, tem uma imagem do percurso partindo de Itabuna até o início da estrada que leva ao Balneário.


Um detalhe importante no início, mas irrelevante depois é que no Balneário não tem nenhum tipo de luxo, o local é bem rústico mesmo. Também não há sinal de telefone, o que te força a prestar atenção no que é oferecido pelo local.






Nas acomodações todos os quartos tão bem simples, cada "casinha" tem diversas beliches e um banheiro.
Já na área externa há espaço para festas, sinuca, pebolim, campo de futebol e escorregador d'água. Vale lembrar o fato de que o Águas do Patioba fica entre 2 montes cercados de árvores e vegetação.


Eu só queria saber de ficar tranquilo e pensar em que momento da vida eu estaria escrevendo sobre o local e relembrando de quanto tempo eu passei olhando para a água da lagoinha da foto acima.

Por falar em lagoinha, o escorregador d'água termina nela e tem uma ponte de cordas que eu não ousei atravessar.




Como meu espírito aventureiro não transborda além da minha mente, nem me arrisquei na "tiroleza". Fiquei satisfeito somente com o espelho d'água que a represa proporcionava, eu mal conseguia ver onde começava ou terminava a água. 



Mas assim, tinha também o melhor lugar para passar a noite conversando com os amigos (não era no quarto) O BALANÇO! 


Isso sem contar também a melhor barraca para refeições, do nada a conversa rompia os limites da mesa e já conquistava outros locais, cidades e pessoas.


Resumindo, o local é perfeito para um fim de semana sabático, a falta de internet e telefone ajuda bastante nisso e também tem muitos detalhes que não couberam nesse post em que você pode aproveitar do seu modo.


Para entrar em contato com os responsáveis do local, basta ligar no (73) 9 9129-2414 e combinar sua estadia ou seu dia de folga com a família e amigos.


Fique ligado na pagina do blog no Facebook e até o próximo post!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário