segunda-feira, 9 de maio de 2016

#Futuro - Sobre aquilo que ainda não se fez


A agitação diária de uma rotina intensa e repleta de ocupações é a realidade de muitas pessoas, ainda assim, sempre escapa algo por conta de atrasos e imprevistos.

***



Ter a agenda cheia de compromissos dá aquele ar de pessoa importante e requisitada, isso é uma verdade  (inclusive para a equipe aqui do blog), porém, o esforço requisitado para ser uma pessoa desse tipo não é pouco. Bem sabemos como é ter duas ou até três reuniões diferentes em um único dia, isso sem contar que, as vezes, o público das reuniões é totalmente diferente de uma para a outra.

Em meio a trabalho(s), estudos, projetos, burocracias e tudo mais, ainda é necessário encontrar tempo para uma distração, mesmo que seja mínima como ler um livro ou assistir um episódio de anime. Fazendo isso conseguimos diminuir o estresse diário.

De acordo com Francisco Becerra, diretor assistente da OMS (Organização Mundial da Saúde),


“Nenhum de nós está livre de estresse no trabalho. O mundo do trabalho atual – dados os desafios do progresso industrial, globalização, desenvolvimento tecnológico e comunicação virtual – nos impõe condições que excedem os limites de nossas habilidades e capacidades. O resultado é o estresse no ambiente de trabalho, que pode causar disfunções físicas, psicológicas e até sociais que prejudicam nossa saúde, minam nossa produtividade e podem afetar até nossas famílias e círculos sociais”.

Logo, é preciso aproveitar os melhores momentos da vida. Sorria, cante, brinque, beba, transe, planeje, sonhe, viaje, viva! Faça cada segundo da sua vida valer a pena.

Seja um Diferentão e celebre com seus amigos e familiares. Empenhe seu esforço em seu trabalho e em tudo aquilo que pode te fazer melhor, para que no futuro tenhas uma bela visão da sua grandiosa história pelo mundo.

Mesmo que muitas pessoas acreditem, independente de religião, na possibilidade de retornar ao mundo...

E se não tiver outra vida, essa você viveu?
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário