domingo, 7 de agosto de 2022

Atores que dublaram personagens animados

Nossa infância com certeza foi marcada por uma animação ou outra. Ficamos tão vidrados nos personagens que criamos uma conexão com eles. E somente depois de grandes descobrimos que há uma voz, um ator por trás desses personagens que nos permite conhecê-los. Eis a lista de hoje.

 O querido Eddie Redmayne que ficou conhecido por filmes como "A Garota Dinamarquesa", "A Teoria de Tudo" e por interpretar Newt Scamander em "Animais Fantásticos e Onde Habitam" deu sua voz ao personagem Dug da animação "A Idade da Pedra" (2018). A história acompanha o mesmo em uma jornada para lutar contra Lord Nooth que pretende transformar as terras de sua tribo em minas de extração.

Timothy Spall é mais conhecido por sua atuação como Pedro Pettigrew em "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban" (2004) e por seu papel em "Encantada" (2007) como o lacaio particular da vilã. Porém,ele também fez parte de "Alice no País das Maravilhas" (2010), interpretando Bayard, o cachorro que leva Alice ao castelo da Rainha Vermelha.

Johnny Depp é um dos atores mais conhecidos e por consequência disso muitos de seus filmes são lembrados. Porém seu papel como Rango (2011), um camaleão aspirante a herói, acabou por cair no esquecimento de alguns.

Jesse Eisenberg participou dos filmes "Truque de Mestre" (2013) e "Rede Social" (2010). Ele também viveu Blue, a ararinha mais divertida e atrapalhada, em "Rio" (2011) (já está no perfil dele fazer gênios excêntricos e personagens tímidos e atrapalhados).

O grande Bill Murray que atuou nos filmes "Caça-Fantasmas" (1984) e "Mogli, o Menino Lobo" (2016) também emprestou sua voz para um dos gatos mais icônicos e cômicos (que vemos muitas de suas tirinhas nas provas da vida) Garfield (2004).

Helena Bonham Carter, conhecida por papéis em "A Noiva Cadáver" (2005), "Sombras da Noite" (2012) e "Sweeney Todd, o Barbeiro da Rua Fleet" (2007), dublou Lady Campanula em "Wallace e Gromit, a Batalha dos Vegetais" (2005) uma das animações que também acabou por cair no esquecimento (sou apaixonada por essa animação desde os 5 anos é uma pena que quase ninguém lembre).

O ator e humorista Andy Samberg é mais conhecido pelo seu papel como Jake Peralta em "Brooklyn 99" (2013-2021), porém ele também deu a voz a Jonathan, o namorado de Mavis em Hotel Transilvânia (2012).

O ator espanhol Antonio Banderas atuou nos filmes "A Máscara de Zorro" (1998), "Frida" (2002) e "Entrevista Com Um Vampiro" (1994). Banderas vivenciou o personagem mas hermoso dos Contos de Fadas, o Gato de botas, onde teve sua primeira aparição em "Shrek 2" (2004) e com seu sucesso, ganhou um filme solo em 2011.

Quem nunca ouviu falar da grandiosa Emma Thompson, atuou como O em "Homens de Preto 3" (2012) e como a Baronesa Hellman no atual sucesso "Cruella" (2021). Thompson fez o papel de Rainha Elinor, mãe da princesa Merida em "Valente" (2012).

A nossa amada Maggie Smith é mais conhecida por seu papel como a Professora Minerva McGonagall na saga de Harry Potter. O que poucos sabem que ela deu sua voz a Lady Bluebury mãe de Gnomeo em "Gnomeo e Julieta" (2011).

Emma Watson tamém é uma das queridinhas das telas pelo seu papel como Hermione Granger na saga de Harry Potter, ela também atuou como Bela em "A Bela e a Fera" (2017), Ila em "Noé" (2014) e "As Vantagens de Ser Invisível" (2012). Emma atuou como Princesa Pea na animação "O conto de Despereaux" (2008) (outra animação que eu fico decepcionada por cair no esquecimento).

O ator de "Nothing Hill" (1999) e "O Diário de Bridget Jones" (2001), Hugh Grant deu voz ao Capitão Pirata em "Piratas Pirados" (2012). Uma animação que apesar de pouco reconhecimento é uma animação divertida e nostálgica por ser aqueles bonecos de massinha, vale a pena assistir.

Thomas Brodie-Sangster atuou como Newt na trilogia "Maze Runner" e como Benny Watts em "O Gambito da Rainha" (2020). Sangster foi responsável por dar vida ao personagem Ferb de "Phineas e Ferb" (2007-2011).

O ator Jude Law participou da trilogia de "Sherlock Holmes", "Anna Karenina" (2012) e atuou como a versão mais nova de Alvo Dumbledore em "Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald" (2018). Jude Law deu a voz para Pitch Black, o vilão de "A Origem dos Guardiões" (2012).

A atriz Imelda Stauton também fez parte do elenco de Harry Potter como Dolores (desgraçada) Umbrigde e por sua participação como uma das fadas em "Malévola" (2014). Antes mesmo de atuar nestas obras, ela participou de mais uma animação esquecida por muitos, como Bunty em "Fuga das galinhas" (2000).

Para finalizarmos, falaremos de Dane DeHaan que ficou mais conhecido por seu papel como Harry Osborn em "O Espetacular Homem-Aranha 2". DeHaan dublou o personagem Victor na animação Bailarina (2016).

domingo, 31 de julho de 2022

A arte no nosso dia a dia


A arte vem de uma longa trajetória pela história e se tornou uma linguagem universal para expressar e compartilhar sentimentos em palavras, telas e câmeras. É uma forma de deixar sua imaginação e criatividade voar o mais alto possível, ilimitada pela barreira da realidade que nos cerca.

A arte vem se adaptando, assim como o mundo, principalmente relacionado a tecnologia. Pois, hoje em dia, você pode ver uma pintura se mexendo em uma experiência imersiva como o "Beyond Van Gogh" e um show com muitos efeitos especiais como é o caso da banda Metallica. A arte também é encontrada na internet, pois temos o Youtube e o Tik Tok, onde há muitos criadores de conteúdo talentosos que criam os famigerados "POV's" ou "Point Of View" que são nada mais nada menos do que um teatro feito em casa, outra adaptação da tecnologia.

A arte abre um leque de opções para serem explorados, tanto que temos músicas, filmes e livros. Agora você imagine um mundo onde não há mais aquela música quando você está indo pro trabalho de manhã. Não tem mais aquele filminho no fim de tarde com a(o) crush. Não existem mais aqueles livros de fantasia e ficção, somente livros didáticos (que cenário triste, minha nossa). 

Eu não imagino um mundo sem arte, e você? E ainda tem gente que acha que artistas são pessoas preguiçosas, desocupadas e sem futuro. Porém não refletem que sem os artistas não existiria nenhuma forma de entretenimento que possuímos hoje e teríamos um mundo triste, sem expressão e sem um entretenimento cultural.

domingo, 24 de julho de 2022

Livros, escolas, jovens e o conflito de interesses

A escola é onde nos descobrimos, aprendemos e convivemos. Alguns hábitos são ensinados eadquiridos lá, como por exemplo a leitura. Estamos em constante contato com os livros na escola,exercitando a mente através de palavras nas grandes e largas páginas dos livros didáticos(sinceramente, acho chato ler esse material, ainda mais que são em papel branco).

Porém, as obras literárias que as escolas gostam de trabalhar não são do agrado de muitos jovens,por achar que todos os livros tratam de uma narrativa complexa, que acabam por perderem o interesseem ler outros tipos de livros.

Grandes obras como "Dom Casmurro", "O Crime de Padre Amaro" e "Urubuquaquá" possuem históriasque envolvem o leitor, porém a escrita pode ser complexa e possuem palavras que sequerexistem nos dicionários dos tempos atuais levando os jovens a não se interessar pela literatura do paíse deixandode lado obras contemporâneas por achar que todo livro brasileiro é entediante.

Sabemos como somos apegados demais à cultura exterior (principalmente aquelas vindas dos EstadosUnidos), e utilizam desse meio para poder atrair leitores. Algumas escolas já puseram obras gringasem suas bibliotecas o que já ajuda o incentivo à leitura de temas como fantasia, romance e até mesmoterror.Porém, geramos outro problema onde afastamos a cultura de nosso país, dando espaço para outra.O Brasil já não é um país conectado com a arte, apesar de possuir grandes mentes nacionais quetrabalham na área, justamente por não trabalharem a cultura do país. E o único incentivo à leituranacional são de livros publicados há 100 anos ou mais tornando tudo mais complicado. Há diversasobras literárias hoje em dia que trabalham temas que interessam a jovens e adolescentes e que podemser usados em sala de aula e palestras. Além de nacionais, trazem o entretenimento de forma leve e ohábito de leitura se fortalece.

As melhores soluções de suporte, tanto a artistas quanto a leitura dos jovens, é encher as prateleirasdessas bibliotecas com livros contemporâneos de autores nacionais ao mesmo tempo em que jovens terão entretenimento vão adquirir carinho equem sabe amor pela cultura que só a gente tem.


domingo, 17 de julho de 2022

As coisas mais possíveis de acontecer

Que o mundo está perdido não e novidade, mas sempre tem como piorar. Quanto mais o tempo passa, mais se percebe que a essência humana está morrendo aos poucos e com ele o mundo também.

Várias coisas que vemos nas ficções científicas não estão distantes da nossa realidade como pensamos estar. Já fica aqui o meu alerta de que esse post vai ter muita coisa que pode dar um nó na sua cachola.


Apocalipse zumbi


Parece um cenário ridículo em que a gente só vê em filme, mas sinceramente eu não duvido da capacidade e da ambição humana.

Existem diversas teorias de como essa pandemia poderia ser provocada. Carne contaminada (Zumbilândia), experimentos secretos em humanos (Army of the Death), uma "fratura polar" que mudasse o eixo da terra fazendo os mortos andarem sobre a terra (The Dead Don't Die), etc. Porém a teoria que faria mais sentido seria a criação de um vírus de laboratório (Guerra Mundial Z).

Há uma creepypasta ótima que vi no canal David Herick onde se passa justamente em um cenário de zumbis. E é incrivelmente assustador como é uma história que faz sentido se for bem analisada.


Domínio da Tecnologia


O ser humano é fraco e é dominado facilmente por qualquer coisa que lhe dê o mínimo de prazer, mesmo trazendo graves consequências. Com a tecnologia não é diferente.

Cada dia mais estamos dependentes da tecnologia e levando isso para as gerações futuras. Tanto que hoje em dia as crianças com menos de 7 anos já sabem as funções básicas de um celular.

Vários cenários são possíveis dentro da tecnologia e isso é muito bem explorado na série "Black Mirror" desde o primeiro ao último episódio. Além de estarmos sempre sendo observados e dominados, assim como o livro "1984" de George Orwell que apresenta um cenário parecido.

Extinção do cinema


O cinema é um dos maiores veículos de comunicação e entretenimento já criado, porém pouco a pouco ele estará fechando as cortinas. 

As plataformas de streaming começaram a tomar espaço, e várias empresas e estúdios como Disney, HBO Paramount já retiraram seus filmes de outros serviços de entretenimento audiovisual. Pouco a pouco estão deixando de lançar seus filmes nas grandes telas dos cinemas e produzindo conteúdos exclusivamente destinados às plataformas. 

Extinção de livros físicos


Como já foi comentado anteriormente, a tecnologia está tomando tudo o que conhecemos e os livros também estão nessa lista.

Com a facilidade da tecnologia e os PDFs da vida, podemos encontrar os livros que quisermos ler na palma da nossa mão, ou melhor na tela dos aparelhos eletrônicos chamados de E-books. Deixando os livros físicos esquecidos.

Bem, esse post foi mais um pensamento aleatório que eu gostaria de compartilhar e quem sabe fazer você, caro leitor, refletir um pouco. Espero que tenha feito um pouco de sentido.

domingo, 10 de julho de 2022

Artistas filhos de outros artistas

Muitos de nós sabemos que quando se trata do mundo da fama, muitos artistas ficam com suas vidas expostas a maioria do tempo e consequentemente sua família também. Com o passar do tempo, há grandes chances dos filhos dessas celebridades seguirem o mesmo caminho dos pais ou algo próximo daquilo que envolva arte. 


Meadow Walker é uma modelo americana e filha do falecido ator de Velozes e Furiosos Paul Walker. Ela se casou ano passado com o ator Louis Thornton-Allan e quem a levou ao altar foi ninguém mais ninguém menos que Vin Diesel (sim, eu tive crises de fofura com isso).


Caso você seja fã de ficção científica já deve ter ouvido falar de Doctor Who, onde uma das temporadas é protagonizada por David Tennant. Sua profissão de ator incentivou seu filho mais velho, Ty Tennant, seguir o mesmo caminho, participando de “Tolkien” (2019) e “War of the Worlds” (desde 2019).


A família Smith possui muitos talentos, mas gostaria de destacar Willow Smith, filha mais nova de Will Smith. Apesar de participar de alguns filmes, é mais conhecida por sua carreira musical. Ela quem canta os dois hits “Wait a Minute!” e “Meet Me At Our Spot” com The Anxiety.


Maya Hawke recentemente estrelou “Stranger Things” (desde 2016) como Robin Buckley. O que poucos sabem é que ela é filha de Ethan Hawke, ator que, recentemente, atuou como Arthur Harrow em “Cavaleiro da Lua” (2022) (fiquei pasma quando descobri). 

Pelo sobrenome não seria difícil distinguir o parentesco desses dois, Nancy Sinatra é a cantora da música que voltou a ficar em alta “These Boots Are Made for Walking” e, obviamente, seguiu os passos da carreira de seu pai, Frank Sinatra, como cantora.

Julian Lennon é um cantor britânico e a inspiração de Paul McCartney para escrever “Hey Jude”. Apesar de não possuir boa relação com seu falecido pai, John Lennon, ele e o irmão Sean Lennon (filho de Yoko e John) seguiram tanto o ramo da música quanto o ramo da produção. 

Ziggy é um cantor Jamaicano e um dos filhos mais velhos (entre 13 irmãos) de Bob Marley. Ele dedicou sua vida a carregar o legado de seu pai no mundo da música e passa isso aos seus filhos.

Miley Cyrus ficou conhecida por sua carreira de atriz no Disney Channel e ficou mais conhecida por seu papel em “Hannah Montana” (2006-2011). Após sua saída da Disney ela se envolveu em várias polêmicas (quais só quem viveu na época sabe como foi punk) e seguiu carreira como cantora, assim como o pai Billy Ray Cyrus (que também participou de Hannah Montana). 


Bill Skarsgard ficou mais conhecido por seu papel como o palhaço Pennywise em “It” (2019). Assim como seus irmãos, Alexander (“Godzilla vs. Kong” 2021), Gustaf (“Vikings” 2013-2020), Valter (“A Class Apart” desde 2021) e Sam (“Jim & Piraterna” 1987) seguiram os passos de seu pai, Stellan Skarsgard que atuou como Professor Selvig em “Thor” (2011) e como Bootstrap Bill Turner no segundo filme da franquia “Piratas do Caribe” (2006). Bill também tem uma irmã, Eija, que quebrou o padrão e segue carreira de modelo.

Lisa Marie Presley é conhecida por dois fatores: ser filha de Elvis e Priscilla Presley e ter sido casada com Michael Jackson. Porém, pouca gente sabe que, assim como o pai, ela seguiu a carreira musical até os dias de hoje. 


Realmente a vida nos holofotes podem fazer com que um legado seja levado a frente e raramente esquecido. 

domingo, 3 de julho de 2022

Dicas para quem está estudando inglês

Como uma jovem curiosa e autodidata, eu sempre pesquiso sobre tópicos, palavras e suas várias origens e significados, etc. que me interessam bastante. E eu utilizo desta curiosidade como aliada para meus estudos de idiomas, mais especificamente inglês.

Fazendo algumas auto avaliações, fui analisando o que era melhor para minha aprendizagem, pois o mais fácil nem sempre é o melhor caminho. E agora eu vou passar adiante para que, talvez, isso ajude vocês não só como inglês, mas como outros idiomas.


Não utilize tradutor

Quando não sabemos o significado de uma palavra de outro idioma o que mais fazemos é recorrer ao tradutor para que possamos entender o que significa. Porém, focar demais no significado traduzido fará com que você dependa sempre da tradução. O que fazer então? 
O melhor a se fazer é pesquisar o significado da palavra na língua original e interpretar, para isso as keywords irão facilitar o entendimento da palavra e melhorar sua interpretação e vocabulário.


Ler livros no idioma que deseja aprender

Algo que também ajuda no vocabulário é a leitura de livros na língua que deseja aprender, porém não faça como eu que peguei um livro de medicina e um de oftalmologia pra estudar inglês. Livros assim possuem muitos termos técnicos e chatos pra quem vai começar a criar essa hábito. Comece por livros leves e curtos como os de contos de fadas, por exemplo. Um livro que recomendo é o "Who Moved My Cheese?" do Spencer Johnson, é uma leitura leve e fala sobre a importância mudança no geral. 

Assistir filmes e séries legendados

Todo mundo que pede conselho pra alguém sobre como melhorar o inglês vai ouvir: "assiste um filme legendado", e pode ser um desafio para algumas pessoas por não gostarem ou não conseguirem acompanhar o ritmo das legendas. Porém, contudo, entretanto, tudo é questão de prática. 
Assistir filmes ou séries legendados, além de trabalhar o seu "listening" , faz com que capte as famosas gírias e abreviações que raramente são ensinadas ou citadas nos cursos. E como sabemos que o pessoal de fora fala na velocidade do 1x até o 1.75x, é uma ótima forma de treinar nossos ouvidos.
Algo muito importante que é bom acrescentar é para atentar-se às diferenças do inglês americano para o britânico, se torna mais fácil perceber quando se assiste filmes com legendas.

Ouvir podcasts

É uma alternativa paralela caso não esteja em tempo de assistir algo no momento, como por exemplo na ida ao trabalho, quando está cozinhando ou fazendo algum trabalho da escola ou faculdade. Podcasts ou audiobooks ajudam com o listening da mesma forma.

Pratique!

A prática leva a perfeição, por isso pratique sempre que possível. Seja conhecendo nativos por aplicativos de conversa, estudando por conta ou ouvindo uma música no idioma desejado. Enquanto escuta uma música, pesquise a letra e solta a voz também. Faça anotações caso utilize vídeo aulas para estudo. Pratique como puder para se desenvolver. 


Gostou do post? Você pode se interessar por esses itens relacionados:



domingo, 26 de junho de 2022

A história da música


A música é uma das linguagens artísticas universais mais antigas que possuímos, pois desde o período dos homens das cavernas o som era produzido. Apesar da música ser uma organização que se trabalha com a harmonia entre os sons, ritmo, voz e melodia, os sons desorganizados foram o ponto de partida para o que temos hoje.

Pré-História

A sonoridade nesse período começou com a observação de fenômenos naturais como trovões, o balançar das folhas das árvores, o canto das aves, etc. Assim, nossos antepassados passaram a explorar a sonoridade que seus próprios corpos produziam como os pés batendo no chão, palmas e a voz. 

Egito

A música no antigo Egito era algo muito presente e com grande simbologia religiosa, eles acreditavam ser uma invenção do deus Thoth, onde Osíris utilizou para civilizar o mundo.
A música, na época, era utilizada para completar rituais sagrados de colheita, a harpa, a flauta e instrumentos de batuque e chacoalho eram os mais utilizados para a realização deste ato.

China e Índia

A música ganhou força nesses dois países no período de 3.000 a.C., acreditava-se que ela possuía forte conexão com a espiritualidade.
O instrumento mais famosos entre os chineses era a cítara, onde se utilizava a escala de cinco tons (pentatônica).
Na Índia, no período de 800 a.C., o método utilizado se chama Ragas que era composto por tons e semitons.

Grécia e Roma

Na antiga cultura Grega, semelhante ao Egito Antigo, a música era uma espécie de ponte entre deuses e mortais.
Muitas das artes presentes na cultura romana deriva da cultura grega, porém com a música os romanos utilizavam dela de forma cotidiana e ampla.
Um nome importante para este período da música foi o filósofo Pitágoras, que por meio de estudos juntando matemática e música, descobriu as notas e os intervalos musicais.

Idade Média

No período da Idade Média, a igreja católica possuía grande poder e influência na sociedade. E a música foi um grande instrumento em seus cultos , tanto que o Papa Gregório I criou algumas regras para um canto específico para as missas e assim foi chamado o canto gregoriano, uma peça muito importante para a história da música.


As notas musicais

Ainda na Idade Média, um monge francês chamado Guido de Arezzo organizou o sistema de notação musical como ele é conhecido hoje, como uma forma de facilitar a aprendizagem de quem estudasse.
Assim, Arezzo se aproveitou de um canto em louvor a São João Batista, o famigerado Canto Gregoriano:

“Ut quant laxis / Resonare fibris / Mira gestorum / Famuli tuorum / Solve polluti / Labii reatum / Sancte Iohannes”

Traduzindo para nossa língua:

“Para que teus servos / Possam, das entranhas / Flautas ressoar / Teus feitos admiráveis / Absolve o pecado / Desses lábios impuros / Ó São João”

Arezzo analisou as iniciais de cada verso e sua sonoridade, formando assim as notas, que inicialmente formatado desta maneira:

Ut - Ré - Mi - Fá - Sol - Lá - Si

O "Si" foi uma junção de  "Sancte Iohannes" e o "Ut" foi trocado por "Dó" apenas no século XVII por uma revisão do sistema.

Renascimento

Esse período foi marcado pelo desejo da separação dos costumes católicos e pela caça da ciência e da razão. A música também sofreu um impacto refletindo a linha de pensamento da época, uma característica marcante para a música foi a polifonia onde vários sons estão presentes em uma só canção, por exemplo a combinação de mais de um tom de voz em uma música.

Barroco

O período Barroco na música trouxe uma reforma, adicionando os contornos tonais dos modos jônico (tons maiores, exemplo: C) e eólio (tons menores, exemplo: Cm). A época também foi marcada por óperas e orquestras de câmaras.

Classicismo

Essa é uma das épocas mais famosas no mundo da música, marcada pelo protagonismo de orquestras e músicas instrumentais, além da criação de novas estruturas musicais como as sonatas, sinfonias, concertos e quarteto de cordas.

Romantismo

Essa fase da música ainda carrega um pouco do Classicismo, porém com maior intensidade e sentimentalismo.

Século XX

Esta é a época mais próxima da nossa, onde já era possível a música ser gravada graças a tecnologia, os concertos foram perdendo sua força para as rádios e vários outros tipos surgiram.
A época foi marcada pela presença de músicas atonais (não tem um tom único) e as músicas dodecafônicas (que equivale as doze notas da escala cromática). Além de experimentos com objetos que produzem som, sem ser um instrumento musical, como copo d'água, moedas, etc.

Esse foi apenas um breve resumo sobre a trajetória de uma das formas de arte mais consumidas e amadas do mundo.




@BrasilEscola
@TodaMatéria

Gostou do post? Você pode se interessar por esses itens relacionados: